Última hora
This content is not available in your region

China faz exercícios polémicos em arquipélago disputado

euronews_icons_loading
China faz exercícios polémicos em arquipélago disputado
Tamanho do texto Aa Aa

A China abriu mais um capítulo nas guerras diplomáticas com os vizinhos, ao começar exercícios militares ao largo das ilhas Paracel, no Mar da China, reclamadas pelo Vietname. Os exercícios duram até ao dia 11, um dia antes de o Tribunal Arbitral de Haia se pronunciar sobre uma reclamação filipina sobre outro arquipélago, as Spratly.

“A China quer trabalhar com os países da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), para salvaguardar a paz e a estabilidade no sul do Mar da China. Apontámos várias vezes, nos últimos tempos, que a China não aceita decisões impostas por terceiras partes nem soluções impostas à força”, disse o porta-voz do MNE chinês, Hong Lei, em resposta à ação das Filipinas.

Tanto as Spratly como as Paracel ficam no Mar da China. O caso das Spratly é ainda mais complicado, já que há todo um conjunto de países a reclamar este arquipélago de 14 ilhas e ilhéus: China, Formosa, Vietname e Filipinas.

Este não é o primeiro caso de tensão em volta das Paracel. Em maio do ano passado, os dois países viram-se envolvidos num incidente diplomático, que envolveu um choque entre dois navios, por causa deste arquipélago. Em 1974, os dois países chegaram a envolver-se numa curta guerra, que teve como resultado a ocupação chinesa de uma parte do território das ilhas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.