EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Síria: combates mortíferos marcam último dia de trégua

Síria: combates mortíferos marcam último dia de trégua
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com AFP / EFE / REUTERS
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O último de três dias de uma suposta trégua decretada por Damasco ficou marcado por bombardeamentos mortíferos em Idlib e Alepo.

PUBLICIDADE

O último de três dias de uma suposta trégua decretada por Damasco ficou marcado por bombardeamentos mortíferos em Idlib e Alepo.

A localidade de Darkush, controlada pelos rebeldes junto à fronteira com a Turquia, na província de Idlib, foi visada por raides aéreos do regime sírio, que se saldaram em pelo menos 23 mortos, entre os quais 10 mulheres e duas crianças, e um número indeterminado de feridos graves.

Em Alepo, segunda cidade do país, ataques dos rebeldes contra zonas controladas pelo Exército saldaram-se na morte de pelo menos 25 civis e outros 120 feridos, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Dividida entre áreas a oeste controladas pelo regime e zonas a leste dominadas pela rebelião, Alepo é um dos principais focos do conflito na Síria.

As forças de Damasco conseguiram cortar a estrada de Castello, última rota de abastecimento aos bairros rebeldes da cidade.

O regime sírio divulgou esta sexta-feira imagens registadas na véspera de uma visita do presidente Bashar al-Assad a soldados feridos na província de Homs, por ocasião das festividades do fim do Ramadão, justificação dada por Damasco à trégua de 72 horas anunciada na quarta-feira.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Israel ataca unidade de defesa aérea no sul da Síria com mísseis

Embaixador iraniano na Síria promete retaliação após alegado ataque israelita destruir consulado

Ataque israelita destrói consulado iraniano em Damasco e mata alta patente militar