Última hora

Espanha: Socialistas rejeitam viabilizar governo de Rajoy

Espanha: Socialistas rejeitam viabilizar governo de Rajoy
Tamanho do texto Aa Aa

A Espanha arrisca-se a regressar às urnas em Setembro, pela terceira vez em nove meses, depois da oposição socialista ter rejeitado qualquer acordo para viabilizar um governo de Mariano Rajoy.

O líder do PSOE rejeitou este sábado qualquer possibilidade de uma coligação com os conservadores que permitiria formar um governo de maioria, após as eleições de Dezembro e Junho.

Segundo Pedro Sanchez, “Os espanhóis votaram em nós como uma alternativa ao Partido Popular e esta alternativa não pode ser a solução apresentada pelo Partido Popular. Eles têm que procurar outros aliados. Nós comprometemo-nos a unir representantes do povo espanhol para efetuar uma mudança real para as políticas indispensáveis a Espanha, num exercício democrático e justo, enquanto oposição parlamentar”.

Segundo a imprensa espanhola, o atual primeiro-ministro em funções poderia convocar um voto de investidura em Julho, embora esteja ainda longe de reunir o apoio dos 176 deputados que garantem a maioria absoluta no parlamento.

Caso Rajoy falhe o voto, os partidos terão dois meses para conseguir um acordo de coligação, antes da convocação de novas eleições.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.