A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Reino Unido aposta na renovação da frota de submarinos nucleares

Reino Unido aposta na renovação da frota de submarinos nucleares
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento britânico aprovou por maioria a renovação do sistema de armas nucleares. Um projeto que custa mais de 36 mil milhões de euros que tem como objetivo manter o estatuto de potência mundial, a todos os níveis, sobretudo depois da decisão do Reino Unido sair da União Europeia.

No parlamento, o debate foi aceso: George Kerevan, deputado pelo Partido Nacionalista Escocês perguntou diretamente à nova primeira-ministra Theresa May: “Está pessoalmente preparada para autorizar um ataque nuclear que poderia matar 100 mil homens, mulheres e crianças inocentes”.

Theresa May, respondeu: “Sim. A ideia de dissuasão implica que os nossos inimigos saibam que estaríamos dispostos a fazê-lo”.

A maioria dos deputados do Partido Conservador é a favor da substituição sistema do armamento. Já no Partido Trabalhista há grandes divisões. Jeremy Corbyn, líder do Labour, defende o desarmamento nuclear total. Mas vários deputados querem ver renovado o Trident, o programa britânico de submarinos nucleares.

Nas ruas já há manifestações contra a decisão do parlamento: em Glasgow, esta segunda-feira, numa manifestação pela paz pedia-se que se abandonasse o projeto.