EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

França: Mais de duas mil pessoas despediram-se do sacerdote degolado por extremistas islâmicos

França: Mais de duas mil pessoas despediram-se do sacerdote degolado por extremistas islâmicos
Direitos de autor 
De  Miguel Roque Dias com REUTERS; AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

França despede-se de Jacques Hamel, o sacerdote octogenário que foi degolado, na semana passada, na igreja Saint-Etienne-du-Rouvray, na Normandia, em França, por dois extremistas islâmicos que juraram

PUBLICIDADE

França despede-se de Jacques Hamel, o sacerdote octogenário que foi degolado, na semana passada, na igreja Saint-Etienne-du-Rouvray, na Normandia, em França, por dois extremistas islâmicos que juraram fidelidade ao Daesh.

Mais de duas mil pessoas reuniram-se na catedral de Rouen para assistir ao funeral

Thousands gathered for the funeral of Father Jacques Hamel, the French priest killed in his church last week. pic.twitter.com/aIDPLuawpy

— AJ+ (@ajplus) August 2, 2016

Jacques Hamel, de 85 anos, conduzia a celebração matutina, quando dois jovens islâmicos entraram na igreja e fizeram reféns o sacerdote, duas freiras e dois fiéis.

O sacerdote acabaria por ser degolado e os assassinos foram abatidos pelas forças de segurança.

Alguns membros da hierarquia da igreja católica francesa marcaram presença. Os ministros franceses do Interior e dos Negócios Estrangeiros, Bernard Cazeneuve e Laurent Fabius, fizeram questão de assistir às exéquias.

Vários muçulmanos quiseram, também, presenciar a cerimónia, que foi marcada por fortes medidas de segurança.

O assassinato do sacerdote chocou a sociedade francesa não só os católicos mas os muçulmanos também, que fazem questão de repudiar este ato de barbárie.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Macron desloca-se à Nova Caledónia para tentar pôr termo à violência no arquipélago

Polícia francesa mata homem que tentava incendiar sinagoga em Rouen

Pelo menos dois guardas prisionais mortos em ataque a carrinha celular em França