EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Palavras de Trump voltam a incendiar

Palavras de Trump voltam a incendiar
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Donald Trump está a sete pontos de distância de Hillary Clinton nas sondagens, mas a liderar na polémica.

PUBLICIDADE

Donald Trump está a sete pontos de distância de Hillary Clinton nas sondagens, mas a liderar na polémica.

O candidato republicano voltou a incendiar os ânimos depois de ter dado a entender que os defensores da posse de armas podem impedir que Clinton chegue à Casa Branca.

“O que Hillary Clinton quer essencialmente abolir é a Segunda Emenda [da Constituição] e se ela conseguir escolher os juízes que quer, não há nada que possam fazer. Mas em relação à Segunda Emenda talvez vocês possam fazer alguma coisa” refere Trump.

As palavras do magnata e candidato republicano foi interpretada por vários analistas como um apelo ao uso da força contra a adversária democrata e contra os juízes que Clinton pode vir a nomear para o Supremo Tribunal.

That guy wearing the red shirt behind Trump ended up having a great reaction to Trump's “2nd amendment” comment https://t.co/WHjRwoXlaF

— Allan Smith (@akarl_smith) August 9, 2016

O diretor de campanha da democrata já criticou a linguagem de Trump que classificou de “perigosa.”

Bernice King: As daughter of assassinated leader, “I find Trump's comments distasteful, disturbing, dangerous. His words don't live up.”

— NBC Nightly News (@NBCNightlyNews) August 9, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pedro Sánchez toma posse como chefe do governo de Espanha com protestos na rua

Partido oposto a reforma conduzirá processo de revisão constitucional

Macron quer direito ao aborto na Constituição de França