EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Trump é alvo de duras críticas no seu partido e Hillary passa para a frente nas sondagens

Trump é alvo de duras críticas no seu partido e Hillary passa para a frente nas sondagens
Direitos de autor 
De  Luis Guita
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Donald Trump tentou, esta segunda-feira, dar um novo impulso à corrida à Casa Branca.

PUBLICIDADE

Donald Trump tentou, esta segunda-feira, dar um novo impulso à corrida à Casa Branca. Em Detroit, o republicano falou da intenção de reduzir impostos e regulamentos federais.

Mas os planos de Trump foram estragados por membros do seu partido. Cinquenta republicanos que exerceram cargos importantes no aparelho de segurança norte-americano, denunciaram, numa carta arrasadora, a ignorância e incompetência de Trump que, segundo eles, seria “o presidente mais perigoso na história dos Estados Unidos.”

Em Detroit, o empresário de Nova Iorque usou um discurso sobre a economia para tentar virar a página depois de uma semana de equívocos e em que foi alvo de fortes críticas.

“O nosso novo credo será Americanismo, não globalismo. O nosso país vai chegar a um novo patamar, um patamar que talvez nunca tenha sido atingido antes. Tudo o que temos de fazer é parar de confiar nas vozes cansadas do passado,” afirmou Trump no comício em Detroit.

Parsing Donald Trump's Lies in Detroit: https://t.co/ORD51eAwBc via ESQPolitics</a> <a href="https://t.co/iPuRijrQWb">pic.twitter.com/iPuRijrQWb</a></p>&mdash; Esquire (esquire) August 8, 2016

Quando faltam 3 meses para as eleições de 8 de novembro, a rival democrata Hillary Clinton passou para a frente nas sondagens e continua determinada na sua campanha.

“Não se deixem enganar. Não há outro Donald Trump. O que vocês vêem é o que vão ter. Ele é o mesmo Donald Trump, que manda fabricar as suas camisas e gravatas no estrangeiro, em vez de nos Estados Unidos. Ele é o mesmo Donald Trump que se recusa a pagar as suas contas às pequenas empresas e aos trabalhadores,” afirmou Hillary Clinton, em São Petersburgo

WATCH: Hillary Clinton addresses supporters in Florida, responds to Trump's economic speech #FoxNewspic.twitter.com/cnGQRkiq50

— Shepard Smith (@ShepNewsTeam) August 8, 2016

No comício em São Petersburgo, na Florida, a candidata do Partido Democrata prometeu não aumentar os impostos sobre a classe média e atacou Trump, dizendo que os seus planos fiscais só iriam beneficiar as grandes empresas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Presidenciais EUA: A batalha dos impostos

Trump afirma que Orbán é um "homem duro" e que o quer de volta como Presidente dos EUA

Democratas pressionam Joe Biden para reavaliar candidatura às presidenciais