Última hora
This content is not available in your region

Hillary Clinton enfrenta ação judicial interposta por familiares dos americanos mortos em Benghazi

euronews_icons_loading
Hillary Clinton enfrenta ação judicial interposta por familiares dos americanos mortos em Benghazi
Tamanho do texto Aa Aa

Os pais de dois norte-americanos mortos em Benghazi, na Líbia, avançaram, esta terça-feira, com uma ação judicial contra Hillary Clinton.
atual candidata Democrata à presidência dos Estados Unidos.

A ação foi interposta pela organização conservadora Freedom Watch em nome de Patricia Smith, mãe do diplomata Sean Smith, e de Charles Woods, pai do segurança Tyrone Woods.

Na Convenção Republicana de Cleveland, a mãe de Smith afirmou que considera Clinton como responsável direta pela morte do filho.

Os pais acusam Hillary de morte por negligência, difamação e angustia emocional.

Os familiares consideram que Hillary Clinton, então secretária de Estado, é responsável pelas mortes, devido ao tratamento “irresponsável” de informações confidenciais em e-mails enviados através de um servidor privado.

Quatro americanos, incluindo o embaixador norte-americano Christopher Stevens, morreram no ataque que jihadistas realizaram a 11 de setembro de 2012 contra o Consulado norte-americano e instalações da CIA em Benghazi.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.