Última hora
This content is not available in your region

EUA enviam caças para proteger conselheiros na Síria

euronews_icons_loading
EUA enviam caças para proteger conselheiros na Síria
Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos intercederam pela primeira vez de forma direta contra o regime sírio, enviando para o nordeste do país caças para proteger elementos das forças especiais norte-americanas que aconselham combatentes curdos no terreno.

Os aviões chegaram à área, junto à cidade de Hasaka, no momento em que o espaço aéreo era abandonado por dois bombardeiros SU-24 das forças sírias.

O regime de Bashar al-Assad bombardeou esta sexta-feira, pelo segundo dia consecutivo, as forças curdas na região de Hasaka.

Um residente explica que foram atingidas lojas e diferentes comércios, sublinhando que se trata de uma “área civil”. Acrescenta que “nas áreas militares, eles estão a visar as forças curdas”, mas aqui “foi uma surpresa, porque se trata de áreas civis”.

Ontem, navios russos estacionados no Mediterrâneo dispararam mísseis contra vários alvos perto de Alepo, a segunda cidade da Síria.

A Rússia, aliada de Assad, afirmou que os ataques visaram o grupo “jihadista” Jabhat Fatah al-Sham, conhecido como a Frente al-Nusra até ter rompido os laços com a al-Qaeda, no mês passado.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.