"União Europeia tem de ser garantia de proteção", diz Tusk

"União Europeia tem de ser garantia de proteção", diz Tusk
De  Isabel Marques da Silva
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, pede aos Estados-membros para usarem a cimeira sobre o Brexit, a 16 de setembro, para delinearem um projeto comum que leve os cidadãos a sentirem-se prot

PUBLICIDADE

O presidente do Conselho Europeu pede aos Estados- membros para usarem a cimeira sobre o Brexit para delinearem um projeto comum que leve os cidadãos a sentirem-se protegidos na União.

Donald Tusk disse que “as populações da Eslováquia, da Polónia, da Bélgica e de outros países-membros esperam que, após o Brexit, a União Europeia volte a ser uma garantia de estabilidade, de segurança e de proteção. Proteção no sentido mais amplo do termo, incluindo a proteção social e económica.”

A cimeira informal, a 16 de setembro, decorre em Bratislava, a capital da Eslováquia, país que tem a presidência rotativa da União.

A cidade acolheu, esta sexta-feira, os ministros dos Negócios Estrangeiros.

O representante britânico, Boris Johnson, assegurou que “estamos a preparar a nossa saída a União Europeia, mas não vamos abandonar a Europa. O Reino Unido, o governo britânico, Theresa May, todos estão totalmente comprometidos em continuar a participar nas políticas europeias de cooperação ao nível dos negócios estrangeiros, da defesa e da segurança”.

O Reino Unido não estará presente na cimeira de 16 de setembro, que serve, sobretudo, para concertar a posição dos restantes 27 sobre o futuro do projeto comunitário.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rei Carlos III recebe as novas notas com o seu retrato

Cerimónia histórica: guardas britânicos no Eliseu e franceses no Palácio de Buckingham

Girafa de espécie rara sai à rua pela primeira vez no Zoo de Chester