Última hora
This content is not available in your region

G20 quer mais inovação e menos protecionismo para promover crescimento

G20 quer mais inovação e menos protecionismo para promover crescimento
Tamanho do texto Aa Aa

A cimeira do G20, em Hangzhou, na China, terminou com a promessa dos líderes presentes de lutar contra o protecionismo e promover a inovação para impulsionar o crescimento económico mundial.

Num encontro marcado essencialmente por declarações de princípio, os chefes de Estado e de governo presentes pronunciaram-se também a favor de uma melhor repartição dos benefícios da mundialização.

O presidente chinês, anfitrião do G20, disse, no discurso de encerramento, que concordaram “em melhorar os mecanismos de comércio e investimento (…), apoiando um regime comercial multilateral e opondo-se ao protecionismo de forma a (…) inverter o declínio do crescimento mundial”.

Xi Jinping assinalou ainda que os países membros do G20 também concordaram em “esforçar-se” para que o Acordo de Paris sobre o Clima “entre rapidamente em vigor e seja implementado”.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.