Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

G20 quer mais inovação e menos protecionismo para promover crescimento

G20 quer mais inovação e menos protecionismo para promover crescimento
Tamanho do texto Aa Aa

A cimeira do G20, em Hangzhou, na China, terminou com a promessa dos líderes presentes de lutar contra o protecionismo e promover a inovação para impulsionar o crescimento económico mundial.

Num encontro marcado essencialmente por declarações de princípio, os chefes de Estado e de governo presentes pronunciaram-se também a favor de uma melhor repartição dos benefícios da mundialização.

O presidente chinês, anfitrião do G20, disse, no discurso de encerramento, que concordaram “em melhorar os mecanismos de comércio e investimento (…), apoiando um regime comercial multilateral e opondo-se ao protecionismo de forma a (…) inverter o declínio do crescimento mundial”.

Xi Jinping assinalou ainda que os países membros do G20 também concordaram em “esforçar-se” para que o Acordo de Paris sobre o Clima “entre rapidamente em vigor e seja implementado”.