EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Bombardeamentos aéreos visam dois hospitais e uma padaria em Alepo

Bombardeamentos aéreos visam dois hospitais e uma padaria em Alepo
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os dois maiores hospitais de Alepo encontram-se fora de serviço depois de terem sido visados por bombardeamentos russos nas últimas horas.

PUBLICIDADE

Os dois maiores hospitais de Alepo encontram-se fora de serviço depois de terem sido visados por bombardeamentos russos nas últimas horas.

Segundo as organizações humanitárias no terreno, os ataques aéreos visaram dois dois oito centros médicos de Alepo e uma das poucas padarias ainda a funcionar na zona leste da cidade controlada pelos rebeldes.

As bombas, que provocaram mais de uma dezena de mortos e dezenas de feridos, teriam visado a área dos hospitais onde se encontram os geradores de eletricidade e oxigénio.

Segundo um responsável médico:

‘‘Os aviões russos sobrevoaram a cidade e começaram a lançar mísseis e rockets, que mataram e feriram várias pessoas. A quantidade de bombas impediu-nos até agora de conseguir entrar nessas áreas para tentar socorrer os feridos”.

Desde sexta-feira que o exército sírio prossegue uma ofensiva em larga escala, apoiada pela aviação russa, para retomar o controlo do leste de Alepo.

As ONG’s voltaram a exigir um cessar-fogo para poder evacuar as vítimas, quando mais de 250 mil pessoas se encontram sitiadas na cidade.

Um comandante rebelde no terreno, citado pela agência Reuters, afirma que vários estados estrangeiros começaram a fornecer rockets Grad aos combatentes, para poderem ripostar à ofensiva.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Síria: civis de Alepo "à espera de ser mortos"

Duas crianças entre os seis mortos após bombardeamentos de Assad em Idlib

Região rebelde de Idlib bombardeada após ataque em Homs