Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

422 vítimas no caso de violência física e sexual do coro alemão católico "Os Pardais"

422 vítimas no caso de violência física e sexual do coro alemão católico "Os Pardais"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

422 vozes angelicais transformadas em denúncias.

É já este o número de vítimas no processo sobre violência física e sexual, entre 1953 e 1992, no coro católico alemão conhecido como Os Pardais, de Ratisbona, na Baviera alemã.

Pela primeira vez em parceria com as vítimas, o Bispo Rudolf Voderholzer pediu aos que estivessem envolvidos para avançar e falar e reiterou um pedido de perdão em nome da Igreja. Desde janeiro, apareceram mais 129 vítimas.

Alexander Probst, uma dessas vítimas, expressou o apaziguamento que lhe causa ter sido aceite como verdade aquilo que começou por ser um pedido de ajuda, claramente negado: “Uma concessão, uma admissão foi feita. Agora sei: já não sou eu que estou a conspurcar este bispado; agora sou tido como igual e estou a ser respeitado. Posto isto, não interessa qual será o resultado disto. É muito importante que este reconhecimento tenha sido feito.”

O caso está a ser investigado desde maio de 2015 por um advogado de Ratisbona.

As vítimas serão compensadas no final de 2017, depois de apresentado um relatório final, para o qual concorrerão outras medidas de apuramento dos casos, como estudos sociológicos e históricos e comissões de avaliação.

Todos os perpetradores estão mortos, à excepção de um, que responderá ante a justiça.