EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Guterres aclamado secretário-geral pelos 193 membros da ONU

Guterres aclamado secretário-geral pelos 193 membros da ONU
Direitos de autor 
De  João Peseiro Monteiro com Lusa, Reuters
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Assembleia Geral das Nações Unidas formalizou a nomeação de Guterres ao aprovar por unanimidade a resolução que propunha o português de 67 anos para o cargo máximo da diplomacia mundial.

PUBLICIDADE

António Guterres foi aclamado secretário-geral da ONU pelos 193 membros da organização internacional. Depois de também ter sido recomendado por aclamação pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas há uma semana, esta quinta-feira a Assembleia Geral formalizou a nomeação ao aprovar por unanimidade a resolução que propunha o português de 67 anos para o cargo máximo da diplomacia mundial.

No discurso que proferiu em Nova Iorque, o antigo primeiro-ministro português declarou estar “plenamente consciente dos desafios que a ONU enfrenta e das limitações que rodeiam o secretário-geral”. O ex-Alto Comissário da ONU para os Refugiados recordou que nos últimos 10 anos testemunhou “em primeira-mão o sofrimento das pessoas mais vulneráveis do planeta”, ao visitar “zonas de guerra e campos de refugiados onde uma pessoa pode legitimamente questionar o que aconteceu à dignidade e ao valor da pessoa humana”.

Who is António Guterres, Portuguese statesman who will take over as UN secretary general? https://t.co/G2YPuALLOdpic.twitter.com/ZnQS3kqFML

— New York Times World (@nytimesworld) 13 de outubro de 2016

A missão de António Guterres na última década tinha antes sido enaltecida pelo secretário-geral cessante, Ban Ki-moon. Para o antigo chefe da diplomacia sul-coreana, o seu sucessor “sabe melhor do que ninguém onde é preciso agir, na linha da frente dos conflitos armados e do sofrimento humano”.

Ban Ki-moon deixa o cargo a 31 de dezembro, ao fim de dois mandatos de cinco anos. Guterres começa já a preparar a sucessão e os desafios que tem de enfrentar são complexos. Além dos inúmeros conflitos que lançam milhões de pessoas em situações desesperadas, como na Síria, no Sudão do Sul ou na Ucrânia, espera-se que o português consiga reformar uma organização burocrática gigantesca.

6 Tasks for the New #UNSecGen António Guterres | RUSI_org</a> commentary from Inês Sofia de Oliveira <a href="https://twitter.com/UN">UNhttps://t.co/L3pUPT5YIM

— RUSI (@RUSI_org) 10 de outubro de 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Guterres agradece recomendação para Secretário-geral da ONU com "gratidão e humildade"

Conselho da Segurança da ONU aclama Guterres por unanimidade

Juíza manda arquivar caso dos documentos secretos contra Trump