Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Bashar al-Assad quer empurrar "terroristas" para a Turquia

Bashar al-Assad quer empurrar "terroristas" para a Turquia
Tamanho do texto Aa Aa

Bashar Assad, afirmou, esta quinta-feira, a um meio de comunicação russo, que uma vitória militar em Alepo seria um “trampolim” para libertar outras regiões do país controladas pelos “terroristas”. Recuperar o controlo da cidade resultaria em ganhos em termos políticos e estratégicos para o regime sírio:

“É preciso limpar, e manter limpa esta região, dos terroristas e empurrá-los para a Turquia, para que regressem ao local de onde vieram, ou então matá-los. Não há outra opção. Mas Alepo vai ser um “trampolim” importante para conseguirmos fazê-lo”, adiantou o chefe de Estado.

Na entrevista Assad afirmou ainda que a Arábia Saudita ofereceu ajuda ao país, mas com contrapartidas:

“Depois do início da guerra a oferta, que veio diretamente da Arábia Saudita, era que se nos afastássemos e anunciássemos o corte de todas as relações com o Irão eles ajudar-nos-iam”, afirmou Assad.

Alepo foi, no passado, antes da crise síria, a capital industrial do país. Hoje é uma montanha de escombros mas continua a ser considerada um ponto estratégico para quem quer vencer uma guerra que já matou centenas de milhares de pessoas e criou a maior crise de refugiados das últimas décadas.