EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Schiaparelli: Allô Marte?

Schiaparelli: Allô Marte?
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Agência Espacial Europeia (ESA) e a congénere russa Roscomos ainda não puderam confirmar o sucesso da missão Schiaparelli, que esta quarta-feira penetrou na órbita de…

PUBLICIDADE

A Agência Espacial Europeia (ESA) e a congénere russa Roscomos ainda não puderam confirmar o sucesso da missão Schiaparelli, que esta quarta-feira penetrou na órbita de Marte.

O principal objetivo do módulo cuja chegada a solo marciano ainda não pôde ser oficialmente anunciada, será a recolha de dados que permitam à segunda parte da missão Exomars, agendada para 2020, enviar um veículo explorador para a superfície do planeta.

“Marte é o planeta mais próximo de nós, onde encontramos algumas situações que são talvez boas para a existência de vida. Houve uma atmosfera melhor do que hoje, diferentes temperaturas, melhores temperaturas e também água líquida – por isso, se há vida no nosso sistema solar além da terra, então Marte é o planeta mais interessante. “

A ESA recebeu a confirmação de que a manobra complexa em órbita do TGO decorreu bem e uma explosão de aplausos soou na sala de controlo instalada em Darmstadt, na Alemanha.

Os cientistas estão agora a processar as informações enviadas pela sonda mars Express sobre as condições da chegada do módulo Schiaparelli ao solo marciano. A análise dos dados, informa a ESA, não será concluída de imediato.

O enviado da Euronews comenta: “Há um certo sentido de missão incompleta aqui no centro de operações da ESA, na Alemanha. Mas nós temos a boa notícia de que o TGO entrou em órbita em torno do planeta vermelho e vai ser muito útil para a ciência nos próximos anos.”

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Europa escreve novo capítulo da exploração de Marte

Conquista de Marte pode ser adiada

Agência Espacial Europeia selecionou cinco novos astronautas entre mais de 20 mil candidatos