Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Novo grupo de extrema-direita agita a Alemanha

Novo grupo de extrema-direita agita a Alemanha
Tamanho do texto Aa Aa

Na Alemanha, um ovo grupo de extrema-direita, chamado “Reichsbürger” (cidadãos do Reich) está a preocupar as autoridades. O grupo é responsável pela morte de um polícia, esta semana, durante uma operação na Baviera.

As forças da ordem foram a casa de um dos membros, alertados pelos relatos de que detinha um grande número de armas de fogo. O homem abriu fogo contra os polícias, matou um e feriu outros três.

A preocupação cresce agora com as suspeitas de que há membros do bando no seio da própria polícia: “Levamos isto muito a sério. Se há dúvidas sobre a lealdade de alguns agentes em relação às constituições da Baviera e da República Federal Alemã, essas pessoas devem deixar o serviço”, diz o ministro do Interior da Baviera, Joachim Herrmann.

A oposição está também preocupada: “No passado, houve já muitos avisos. Houve indicações de que o grupo estaria armado, é agressivo e tenta atingir os objetivos através da violência. O próprio governo federal confirmou isso há cerca de um mês”, diz Irene Mihalic, dos Verdes.

Apesar do extremismo, os Reichsbürger não são considerados um grupo neonazi. Não reconhecem a República Federal Alemã nascida no fim da II Guerra Mundial e defendem a continuidade do Reich e das fronteiras que tinha em 1937.