EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Coligação Internacional já iniciou "preparativos para isolar Raqqa"

Coligação Internacional já iniciou "preparativos para isolar Raqqa"
Direitos de autor 
De  Euronews com reuters, afp, efe
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A coligação internacional que apoia o combate ao Daesh espera que a operação para reconquistar Raqqa, na Síria, arranque enquanto decorre a ofensiva para expulsar os 'jihadistas' de Mossul, no Iraque.

PUBLICIDADE

A coligação internacional que apoia o combate ao Daesh espera que a operação para reconquistar Raqqa, na Síria, arranque enquanto decorre a ofensiva para expulsar os ‘jihadistas’ de Mossul, no Iraque, e já iniciou os preparativos para isolar a capital do autoproclamado Estado Islâmico.

Os ministros da Defesa da coligação internacional estiveram reunidos em Paris e, no final, o francês Jean-Yves Le Drian declarou que o “Daesh ainda não foi derrotado, mas vacila. É portanto chegado o momento de redobrar os esforços. A queda, a prazo, de Mossul, a segunda maior cidade do Iraque será um revés contundente para o Daesh”.

Por seu turno, o secretário da Defesa norte-americano, Ashton Carter, falou do próximo grande alvo – a capital do autoproclamado Estado Islâmico – realçando que os membros da coligação decidiram concentrar esforços para “acabar com o controlo do ISIL em Raqqa”, acrescentando que já foram “iniciados os preparativos para começar a isolar” a cidade.

Ashton Carter referiu ainda que as operações para reconquistar Mossul e Raqqa deverão “sobrepor-se” no tempo, o que deixa antever o lançamento em breve de mais uma ofensiva.

LIVE: U.S. expects Mosul, Raqqa operations against Islamic State to overlap – Defense Secretary Carter

— Reuters World (@ReutersWorld) October 25, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataques de drones russos fazem seis mortos e 16 feridos na Ucrânia

Arménios pedem renúncia de Pashinian por causa do “conflito entre povos fronteiriços”

Conservadores croatas e a extrema-direita fazem coligação antes das eleições europeias