Síria: Turquia ignora avisos e continua ofensiva militar

Síria: Turquia ignora avisos e continua ofensiva militar
De  Miguel Roque Dias com Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Turquia vai continuar a operação militar no norte da Síria até que o grupo Estado Islâmico seja erradicado, por completo, do território.

PUBLICIDADE

A Turquia vai continuar a operação militar no norte da Síria até que o grupo Estado Islâmico seja erradicado, por completo, do território.

A garantia do Governo de Ancara surgiu depois das forças que apoiam Bashar al-Assad terem avisado que caso a Turquia continue com a ofensiva, será combatida “decisivamente e com força”.

O ministro turco dos Negócios Estrangeiros garantiu que estão abertos ao diálogo mas que a ofensiva no país vizinho é para continuar.

“Estamos a dialogar com países como a Rússia e o Irão. Mas o único objetivo desta operação é limpar esta área do Daesh. Portanto, esta operação vai continuar até que localidade de Al-Bab seja reconquistada. É preciso declarar esta área como uma zona de segurança para que as pessoas possam voltar, caso queiram. A operação precisa continuar e vai continuar”, assegurou Mevlut Cavusoglu.

Os combates prosseguem nos arredores da cidade de Alepo, bastião do Daesh, na Síria.

De acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, pelo menos 22 pessoas morreram durante um bombardeamento, esta quarta-feira, na cidade de Idlib, perto de Alepo. Sete eram crianças.

Na terça-feira, a Rússia garantiu que vai continuar a pausa humanitária em Alepo. Não precisou, no entanto, por quanto tempo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alepo: Rússia prolonga "pausa humanitária" nos bombardeamentos, mas não diz por quanto tempo

Embaixador iraniano na Síria promete retaliação após alegado ataque israelita destruir consulado

Ataque israelita destrói consulado iraniano em Damasco e mata alta patente militar