Bélgica desbloqueia Tratado de Comércio Livre entre UE e o Canadá

Bélgica desbloqueia Tratado de Comércio Livre entre UE e o Canadá
De  Miguel Roque Dias com Reuters; AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Bélgica desbloqueou o Tratado de Comércio Livre entre a União Europeia e o Canadá.

PUBLICIDADE

A Bélgica desbloqueou o Tratado de Comércio Livre entre a União Europeia e o Canadá.

O impasse surgiu depois da região belga da Valónia ter rejeitado o acordo. O Governo regional mostrou-se preocupado com o impacto na qualidade do emprego e do ambiente, assim como das ameaças que colocará ao setor agrícola.

Esta quinta-feira, as autoridades belgas chegaram a um consenso.

O primeiro-ministro, Charles Michel, refere que “este é um momento importante pois vai permitir aos parlamentos em causa chegarem a uma decisão, nas próximas horas.” De seguida, o governo federal fica, assim, autorizado a “assinar este acordo de comércio livre com o Canadá”.

Belgian agreement on #CETA . All parliaments are now able to approve by tomorrow at midnight. Important step for EU and Canada

— Charles Michel (@CharlesMichel) October 27, 2016

O texto do acordo belga vai ser enviado para os 27 Estados-membros.

O documento terá de ter a aprovação de todos os parceiros europeus e só depois poderá ser assinado o Tratado de Comércio Livre entre a União Europeia e o Canadá, como refere o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, na rede social Twitter.

I am glad for good news from PM CharlesMichel</a>. Only once all procedures are finalised for EU signing CETA, will I contact PM <a href="https://twitter.com/JustinTrudeau">JustinTrudeau

— Donald Tusk (@eucopresident) October 27, 2016

O impasse gerou algumas críticas por parte do Governo canadiano de Justin Trudeau.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

União Europeia e Canadá criam Aliança Verde

Síria começou a ser julgada à revelia por tortura no Tribunal de Justiça Internacional

Canadá: Presidente do parlamento demite-se após homenagem a veterano ucraniano que apoiou os nazis