EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Colômbia adia diálogo com guerrilheiros do ELN

Colômbia adia diálogo com guerrilheiros do ELN
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O governo colombiano decidiu adiar o início do diálogo de paz com o Exército de Libertação Nacional (ELN), até que a guerrilha liberte o ex-deputado Odin…

PUBLICIDADE

O governo colombiano decidiu adiar o início do diálogo de paz com o Exército de Libertação Nacional (ELN), até que a guerrilha liberte o ex-deputado Odin Sanchez.

A decisão foi anunciada pelo presidente colombiano e Nobel da Paz, Juan Manuel Santos, em Bogotá. As negociações deveriam ter sido lançadas esta quinta-feira em Quito, capital do Equador.

O diálogo com a segunda guerrilha da Colômbia constitui uma nova etapa nos esforços de Santos para pôr fim a mais de meio século de conflito armado, depois da assinatura do acordo histórico com os rebeldes das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). Um pacto que valeu ao presidente o prémio Nobel, apesar de ter sido rejeitado em referendo a 2 de outubro, para surpresa geral, obrigando a retomar as discussões com a primeira guerrilha do país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Adesão da Ucrânia à UE: "caminho longo" mas "determinação inabalável", garante Bruxelas

Ucrânia está a "avançar rapidamente" na via da adesão à UE, diz chefe da delegação

Novos ataques aéreos israelitas em Gaza fazem pelo menos 100 mortos