Última hora
This content is not available in your region

Papa Francisco pede perdão à Igreja Protestante

Papa Francisco pede perdão à Igreja Protestante
Tamanho do texto Aa Aa

O papa Francisco pediu perdão à igreja protestante pelos erros cometidos durante 500 anos de guerras, perseguições e execuções.

A primeira visita de um sumo pontífice à Suécia – sede da Federação Mundial Luterana – em mais de 30 anos foi marcada por uma nova tentativa de reconciliação entre as duas igrejas, quando as divisões persistem.

Francisco presidiu uma celebração ecuménica, em Lund, ao lado da arcebispa protestante d’Uppsala, Antje Jackelen.

Um feito inédito para assinalar os 500 anos da Reforma Protestante iniciada por Martinho Lutero.

As festividades iniciaram-se esta segunda-feira em Wittenberg, na Alemanha, na mesma igreja à porta da qual Lutero tinha afixado as 95 teses que denunciavam a corrupção da igreja católica.

Apesar de meio século de esforços de reconciliação por parte do Vaticano, as duas igrejas mantém-se divididas em questões como a ordenação de mulheres, proibindo a comunhão de casais mistos (católicos e protestantes).

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.