Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Protestos violentos em Florença contra a reforma constitucional de Renzi

Protestos violentos em Florença contra a reforma constitucional de Renzi
Tamanho do texto Aa Aa

A cidade italiana de Florença foi este sábado palco de confrontos violentos entre a polícia e manifestantes que protestavam contra o referendo constitucional convocado para 4 de dezembro pelo primeiro-ministro Matteo Renzi.

A manifestação coincidiu com a presença de Renzi em Florença, onde participou numa convenção do seu grupo político, e não tinha sido autorizada pelo poder local.

Os manifestantes desfilaram na Praça de São Marcos, no centro da cidade, com cartazes que condenavam a reforma constitucional. O protesto, inicialmente pacífico, transformou-se em batalha campal entre a polícia de choque e os manifestantes.

O chefe do executivo italiano convocou para dia 4 de dezembro um referendo sobre um projeto de reforma constitucional que pretende suprimir a função legislativa do Senado, com o objetivo de libertar as mãos ao governo.

Renzi prometeu demitir-se se o referendo falhar, mas reconheceu recentemente que foi um erro vincular o resultado da consulta à permanência no cargo.