Última hora
This content is not available in your region

Presidente turco: "Estou-me nas tintas que me chamem ditador"

euronews_icons_loading
Presidente turco: "Estou-me nas tintas que me chamem ditador"
Tamanho do texto Aa Aa

Recep Tayyip Erdogan está-se nas tintas para as críticas do Ocidente e di-lo claramente:

Estou-me nas tintas que me chamem ditador ou o que quer que seja. Entra por um ouvido e sai pelo outro

Recep Tayyip Erdogan Presidente da Turquia

“Os ocidentais não têm nada com que se preocupar. Sabemos muito bem quem são. Sabemo-lo bem. Aprendi a conhecê-los ao longo dos meus 14 anos como primeiro-ministro e presidente da Turquia. Agora, leio neles como num livro aberto. E estou-me nas tintas que me chamem ditador ou o que quer que seja. Entra por um ouvido e sai pelo outro.”

O presidente turco tem sido criticado nas mais cariadas instâncias internacionais pela purga que tem feito no país, com a prisão de magistrados, jornalistas e políticos. A mais recente: a prisão de vários deputados do partido pró-curdo HDP.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.