Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Trump insiste nas acusações contra Clinton e "um sistema fraudulento"

Trump insiste nas acusações contra Clinton e "um sistema fraudulento"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O candidato republicano não desarma. Donald Trump acusa a adversária de ser corrupta e de estar protegida pelo sistema. Numa corrida contra o tempo, o milionário multiplicou os comícios no penúltimo dia de campanha eleitoral, por vezes em hangares de aeroportos, foi o caso em Pittsburgh:

“Clinton está a ser protegida um sistema fraudulento. Não é possível analisar 650 mil emails em 8 dias. Hillary Clinton é culpada, ela sabe-o, o FBI sabe-o, o povo sabe-o, e agora cabe ao povo fazer justiça nas urnas.”

Os apoiantes de Donald Trump mantêm a tenacidade e são capazes de esperar longas horas ao frio para escutar o candidato. Como em Leesburg, na Virginia, onde o milionário chegou já passava da meia-noite apesar do comício estar agendado para as 21h30. O local com capacidade para dois milhares de pessoas albergou o dobro e muitas permaneceram fora da sala.

“Estamos mesmo a precisar de uma mudança e eu quero um homem de negócios que saiba como fazer alguma coisa. Que saiba como gerir o país em vez daqueles que só querem tirar-nos o nosso dinheiro para o dar aos outros. Penso que ele é honesto e sabe o que o povo deseja.”

Apesar das eleições estarem marcadas para dia 8, cerca de 40 milhões de eleitores já votaram antecipadamente. Um voto que dá alguns sinais aos candidatos, como o do aumento significativo do voto hispânico na Florida, o que deverá beneficiar a candidata democrata.