Última hora

Hong Kong: Britânico condenado a prisão perpétua por duplo homicídio

Hong Kong: Britânico condenado a prisão perpétua por duplo homicídio
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O banqueiro britânico Rurik Jutting foi condenado a prisão perpétua em Hong Kong. Foi considerado culpado do assassinato de duas mulheres, em 2014.

Os corpos das jovens prostitutas, de 23 e 26 anos, foram encontrados no apartamento de luxo do antigo corretor. O acusado, sob o efeito de drogas, torturou as raparigas durante vários dias.

A defesa tentou avançar a tese do “homicídio involuntário”.

Em Hong Kong, o assassinato é, obrigatoriamente, sancionado com a reclusão perpétua.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.