EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Centenas de pessoas fogem de Mossul para os campos de acolhimento da ACNUR

Centenas de pessoas fogem de Mossul para os campos de acolhimento da ACNUR
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Centenas de deslocados continuam a chegar aos campos de acolhimento perto de Mossul.

PUBLICIDADE

Centenas de deslocados continuam a chegar aos campos de acolhimento perto de Mossul.

Hassan Sham, situado 20 quilómetros a leste da cidade, é um dos seis espaços existentes. Abriu há seis dias e acolhe mais de 10.000 pessoas, cerca de 2500 são crianças.

Smile of the week: These youngsters were displaced from #Mosul, happy to play outside and have fun for first time in a long while pic.twitter.com/Mzojlp7m8L

— UNHCR Iraq (@UNHCRIraq) 11 de novembro de 2016

A agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) revela que existem cerca de 7500 famílias, isto é, perto de 45.000 pessoas deslocadas, desde que começou a operação militar para tentar recuperar Mossul, a 17 de outubro.

De acordo com o Alto-comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos, as execuções públicas estão a aumentar. E a Organização Não Governamental, Human Rights Watch, afirma que os combatentes do autoproclamado Estado Islâmico realizaram pelo menos três ataques químicos no sul de Mossul.

Muitas das pessoas chegam aos campos com ferimentos graves. A Organização Mundial da Saúde alerta para a falta de serviços médicos. Os hospitais mais próximos, Qayyarah e Hamdaniya, não têm condições para funcionar. O único que se encontra disponível, o Hospital de Erbil, fica a uma hora de distância.

Há ainda locais onde não é permitida a entrada de ajuda humanitária.

Os iraquianos fogem da guerra, mas também da falta de comida, água e eletricidade.

Latest @UNHCRIraq#Mosul update 10 November #MosulAidpic.twitter.com/8R7PWHrVSd

— Caroline Gluck (@carogluck) 11 de novembro de 2016

Desde o verão de 2014 que a cidade estava sob o controlo do autoproclamado Estado Islâmico. Nas últimas semanas as forças iraquianas conseguiram recuperar terreno nas zonas sul e oriental de Mossul.

This vacant land will soon be transformed into new Chamakor @UNHCRIraq camp with shelter for 15k displaced #Iraqis fleeing #Mosul#MosulAidpic.twitter.com/VDUIE7i3Nk

— UNHCR Iraq (@UNHCRIraq) 11 de novembro de 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Iraque: Incêndio num casamento faz mais de uma centena de mortos entre eles os noivos

Dois soldados israelitas mortos em ataque do Hamas na Faixa de Gaza

Novo relatório alerta para a possibilidade de fome generalizada no norte da Faixa de Gaza