Aluimentos destroem casas e estradas no norte de Itália

Aluimentos destroem casas e estradas no norte de Itália
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A região da Ligúrua pediu o estado de calamidade natural, que permite ao governo desbloquear fundos.

PUBLICIDADE

No norte de Itália, as chuvas torrenciais não dão tréguas e, às cheias, juntaram-se os aluimentos de terras que estão a fazer estragos, em particular, na região da Ligúria.

A aldeia de Rezzo ficou coberta de lama, depois dos aluimentos vindos das montanhas à volta. O facto de a aldeia ter muito pouca população ajudou a que não haja danos humanos. Várias casas foram destruídas pelos aluimentos, mas estavam desocupadas.

A região da Ligúrua pediu o estado de calamidade natural, que permite ao governo desbloquear fundos. Na capital da região, Génova, as derrocadas fizeram cerca de 200 desalojados. No entanto, as autoridades da cidade dizem que o episódio mais grave não está diretamente relacionado com o mau tempo.

Na estância de desportos de inverno de Monesi, várias casas ficaram danificadas e um troço de estrada ficou impraticável por causa das chuvas. A estância está, por enquanto fechada e na zona afetada só vivem duas pessoas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Morreu o estilista Roberto Cavalli aos 83 anos

Greve em Itália após explosão mortal em central hidroelétrica

Dezenas de manifestantes anti-NATO entram em confronto com a polícia em Nápoles