Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Combater a pobreza no Madagascar

Combater a pobreza no Madagascar
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma associação do Madagascar transformou o penso higiénico reciclável numa arma de defesa dos direitos humanos e de combate à pobreza no país.

Desde abril, que uma associação de reinserção de crianças maltratadas, nos arredores de Antananarivo, promove ateliês para fabrico de pensos higiénicos laváveis e reutilizáveis.

Como explica a responsável, do projeto “Happy Girls”, Iriana Andrianalimanana:

“O preço de fabrico de um penso higiénico é de cerca de 3 mil ariares e pode durar mais de um ano. Um maço de pensos higiénicos não reutilizáveis custa 2.800 ariares e as raparigas têm que comprar pelo menos um por mês”.

Uma economia para a instituição e uma ideia para promover uma higiene sexual saudável entre os adolescentes que representam um terço da população do país.

Uma rapariga afirma:

«É fácil de lavar e seca rápido. Sinto-me à vontade e conforável. Não me magoa e está sempre limpo pois temos que lavá-lo para voltar a utilizá-lo”.

O centro responsável por este projeto afirma esperar comercializar este novo produto nos próximos meses.

O projeto tinha sido lançado em abril, nas redes sociais, graças a uma campanha de “crowdfunding”, sob o lema “Girls just wanna have pads”, com um vídeo-clip inspirado na célebre música de Cindy Lauper.