EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

EUA-China: Trump traído por chamada telefónica com Presidente de Taiwan

EUA-China: Trump traído por chamada telefónica com Presidente de Taiwan
Direitos de autor 
De  Pedro Sacadura com Reuters, EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Vítima da inexperiência política, pelo menos de acordo com alguns analistas, Donald Trump, o Presidente eleito dos Estados Unidos, ainda não tomou posse mas viu-se envolvido no primeiro conflito diplo

PUBLICIDADE

Vítima da inexperiência política, pelo menos de acordo com alguns analistas, Donald Trump, o Presidente eleito dos Estados Unidos, ainda não tomou posse mas viu-se envolvido no primeiro conflito diplomático com a China.

Em causa está uma polémica conversa telefónica que manteve com a Presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen. A troca de palavras entre ambos durou cerca de dez minutos mas foi suficiente para azedar as relações entre Washington e Pequim, que já protestou pela voz do ministro chinês dos Negócios Estrangeiros, Wang Yi: “Tratou-se apenas de um pequeno truque de Taiwan. Não mudará a base internacional da política de uma única China à qual os Estados Unidos aderiram há anos. A política de uma única China é a pedra angular e a base fundamental do desenvolvimento de relações saudáveis entre os Estados Unidos e a China. Claro que não esperamos que haja interferência ou danos de qualquer tipo.”

Trump recebeu uma chamada da Presidente de Taiwan – ilha que se declara soberana e independente da China – que o felicitou pelo resultado nas eleições. Da curta conversa constaram também temas económicos e relacionados com a defesa.

A chamada foi a primeira a este nível em quase 40 anos, mas está longe de gerar consenso.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Novo presidente de Taiwan diz que objetivos de anexação da China "não vão simplesmente desaparecer"

Biden apela à libertação de jornalistas no jantar dos correspondentes de imprensa

Senado dos EUA aprova pacote de ajuda militar para a Ucrânia, Israel e Taiwan