Le Pen: "Fim da escola gratuita para filhos dos clandestinos"

Le Pen: "Fim da escola gratuita para filhos dos clandestinos"
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As palavras da polémica.

PUBLICIDADE

As palavras da polémica. Marine Le Pen, candidata da extrema-direita à presidência da República francesa, agitou as águas políticas.

Propôs o fim da escolarização gratuita dos filhos dos imigrantes ilegais. Defendeu também que os imigrantes em situação regular mas desempregados, têm que “contribuir”, para que os filhos possam frequentar a escola pública.

“Considero que a educação gratuita das crianças dos imigrantes ilegais é bomba de aspiração da imigração que tem que ser travada. Considero a implementação de um período de espera, de carência, antes dos estrangeiros, que vêm trabalhar ao nosso país, terem acesso aos serviços públicos e à proteção social”, afirmou.

A proposta suscitou de imediato uma reação indignada da ministra da educação, Najat Vallaud-Belkacem, ela própria de ascendência marroquina, argelina e espanhola.

Afirmou no Twitter que a honra da República desrespeita Marine Le Pen.

A proposta, diz, iria violar todas as convenções internacionais de que a França é signatária.

Le Pen, da Frente Nacional, está a trote na pré-campanha, mesmo tendo o slogan eleitoral “a França apaziguada”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Polícia encontra mais de 60 quilos de canábis em casa de autarca francesa

Polícia francesa expulsa dezenas de migrantes de Paris a quase 100 dias dos Jogos Olímpicos

Encontrados restos mortais do pequeno Émile