Síria: 100.000 civis ainda bloqueados pelos combates em Alepo

Síria: 100.000 civis ainda bloqueados pelos combates em Alepo
De  Rodrigo Barbosa com AFP / REUTERS
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

De acordo com o ministério russo da Defesa, cerca de 10.

PUBLICIDADE

De acordo com o ministério russo da Defesa, cerca de 10.500 civis sírios fugiram, nas últimas 24 horas, das partes do leste de Alepo ainda controladas pelos rebeldes. A informação carece, no entanto, de verificação independente.

A ONU estima que cerca de 100.000 pessoas estão ainda bloqueadas numa área cada vez mais reduzida da cidade, quase sem acesso a alimentos, água e cuidados médicos.

Um homem que escapou de Alepo diz que “as pessoas que se juntaram aos grupos armados fizeram-no pelo salário, comida e bebida e para se protegerem de abusos. Os grupos maltratam os que não o fazem e têm o monopólio sobre a comida, que vendem [aos civis]”.

Outro afirma que “tentaram de tudo” para o obrigar a voluntariar-se, mas ele recusou e foi agredido.

Segundo a ONU, grupos rebeldes e “jihadistas” tentam impedir os habitantes de abandonar a área dos combates, chegando a disparar sobre os que fogem, e há também relatos de “centenas de homens desaparecidos” depois de passarem para áreas controladas pelo regime sírio.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Síria:Assalto aos últimos bairros rebeldes de Aleppo

Síria: combates sucedem-se após pausa humanitária, forças sírias já controlam 85% de Alepo

Vice-diretor do Programa Alimentar Mundial sobre Gaza: "Fome generalizada ao virar da esquina"