EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Soldados israelitas atingem a tiro palestiniana na Cisjordânia

Soldados israelitas atingem a tiro palestiniana na Cisjordânia
Direitos de autor 
De  Francisco Marques
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Fonte israelita fala em legítima defesa contra potencial ataque à faca, mas testemunhas alegam que a mulher apenas se tinha enganado no caminho.

PUBLICIDADE

Uma palestiniana foi ferida a tiro por soldados israelitas junto a um posto de controlo situada numa estrada entre Ramallah e Jerusalém Oriental, na Cisjordânia, nos territórios ocupados por Israel na Palestina.

Palestinian Jihan Hashimeh, 35, shot, injured by IOF. No medical aid, as she bleeds. Qalandiya checkpoint btwn Occupied J'slm & Ramallah pic.twitter.com/KyfKqYBFVB

— Abbs Winston (@AbbsWinston) 30 de dezembro de 2016

Fonte israelita alegou que a mulher se dirigia para os soldados com uma faca na mão e terá sido baleada em legítima defesa.

Testemunhas locais, alegam que a mulher era doente, ia a caminho do médico em Jerusalém e teria entrado por engano no posto de controlo israelita.

Israeli forces shoot, injure Palestinian woman at Qalandiya checkpointhttps://t.co/VoRVmLZawvpic.twitter.com/lc7j44NLCo

— Ma'an News Agency (@MaanNewsAgency) 30 de dezembro de 2016

O caso aconteceu uma semana após o conselho de Segurança das Nações Unidas ter aprovado, a 22 de dezembro, uma resolução impondo o fim dos colonatos israelitas nos territórios ocupados da Palestina, decisão que provocou um conflito diplomático entre Telavive e a administração liderada por Barack Obama, o Presidente cessante dos Estados Unidos.

Israeli Settlers Move Into Another Building in Palestinian East Jerusalem Quarterhttps://t.co/uWlZhFECtV

— Haaretz.com (@haaretzcom) 31 de dezembro de 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cronologia: Que países reconheceram o Estado palestiniano? Quando e porquê?

Caça ao homem em França depois de emboscada a carrinha celular que matou dois guardas prisionais

Violência policial aumenta em Amsterdão durante protestos pró-Palestina