Última hora

Presumível autor de tiroteio em Fort Lauderdale arrisca pena de morte

Presumível autor de tiroteio em Fort Lauderdale arrisca pena de morte
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Esteban Santiago, o jovem de 26 anos, acusado de ter matado cinco pessoas e ferido oito no aeroporto de Fort Lauderdale, esta sexta-feira, pode ser condenado à pena capital.

O irmão, Bryan Santiago Ruiz, que vive em Porto Rico com a família, acusa o governo dos EUA pelo sucedido.

Esteban Santiago é um veterano da guerra do Iraque, com diversos louvores pelo serviço prestado. Confessou ao irmão, diz a Associated Press, que ouvia vozes e que tinha pedido ajuda psicológica mas o apoio que recebeu foi quase nenhum:

“Eles estavam informados. Não podem dizer que se trata de uma pessoa que cometeu um ato destes da noite para o dia. Não, eles sabiam as coisas que lhe estavam a passar pela cabeça. Isso irrita-me.

Ele nunca foi muçulmano, quero deixá-lo claro. Na internet andam a dizer que ele se radicalizou e coisas dessas. Ele nunca pertenceu ao movimento islâmico”, afirma Bryan.

Esteban Santiago terá combatido no Iraque entre abril de 2010 e fevereiro de 2011. Depois terá ingressado na Guarda Nacional de Porto Rico e na do Alasca, que abandonou em agosto. A guerra no Iraque tê-lo-á mudado, informação confirmada por amigos a meios de comunicação.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.