EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

EUA: Volkswagen declara-se culpada de conspiração no escândalo das emissões poluentes

EUA: Volkswagen declara-se culpada de conspiração no escândalo das emissões poluentes
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Volkswagen aceitou declarar-se culpada no escândalo “dieselgate”.

PUBLICIDADE

A Volkswagen aceitou declarar-se culpada no escândalo “dieselgate”.

A construtora automóvel alemã vai pagar uma multa de 4300 milhões de dólares para encerrar os processos judiciais nos Estados Unidos, associados à manipulação das emissões poluentes dos motores a gasóleo da marca. A Volkswagen reconhece ter participado numa “conspiração” para enganar clientes e autoridades e ter feito “obstrução à justiça”, ao destruir documentos para dissimular as ações.

A procuradora-geral dos Estados Unidos, Loretta Lynch, afirmou que “o anúncio não significa o fim da investigação” e prometeu continuar a “perseguir os indivíduos responsáveis por orquestrar esta conspiração prejudicial”.

A multa junta-se aos 17.500 milhões de dólares que a Volkswagen já se comprometeu a pagar para cobrir os custos do escândalo, revelado no final de 2015, quando se viu obrigada a reconhecer ter equipado 11 milhões de viaturas com um programa informático que minimizava o nível real das emissões.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Volkswagen: Alto quadro do grupo alemão detido pelo FBI nos EUA

Dieselgate: Prisão para executivo da VW na Coreia do Sul

Volkswagen e antigo CEO da empresa em novo processo judicial nos EUA