Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Assad e regime autorizaram uso de armas químicas acusam investigadores

Assad e regime autorizaram uso de armas químicas acusam investigadores
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Bashar al-Assad, familiares e altos dirigentes sírios são pela primeira vez acusados por investigadores internacionais de serem responsáveis pelo uso de armas químicas na guerra civil síria.

Uma investigação conjunta das Nações Unidas e da Organização para a Proibição das Armas Químicas (OPAQOPCW), já antes havia apontado o dedo acusador a unidades militares sírias de violarem a convenção internacional, mas nunca tinha citado nomes de altos responsáveis.

A agência Reuters teve acesso ao relatório que incide nos ataques com cloro entre 2014 e 2015.

O irmão mais novo de Bashar, Maher, também estará implicado.

Damasco rejeita as acusações.

O país está dilacerado pela violência. A Turquia anunciou ter abatido 1518 militantes do grupo Estado Islâmico desde que iniciou a operação Escudo de Eufrates em solo sírio, junto à fronteira.

Ao mesmo tempo, Damasco apresentou queixa às Nações Unidas sobre o alegado ataque de Israel com mísseis a uma base aérea militar nos arredores de Damasco.

A Síria não deu detalhes à Agência de Notícias estatal SANA sobre vítimas ou estragos na base de Mezzah.

Israel não se pronunciou, mas este não seria o primeiro ataque contra posições dos libaneses xiitas do Hezbollah no país vizinho.