EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Europa junta-se à "marcha das mulheres" contra Trump

Europa junta-se à "marcha das mulheres" contra Trump
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Paris, Londres e Berlim foram algumas das cidades que se juntaram ao movimento, que passou igualmente por Portugal.

PUBLICIDADE

A marcha das mulheres contra Donald Trump teve o ponto alto em Washington e outras cidades americanas, mas foram muitas as réplicas na Europa.

Londres, Paris e Berlim foram algumas das cidades que se juntaram ao movimento. Embora oficialmente se trate da marcha das mulheres, contra os propósitos considerados misóginos do novo presidente americano, as manifestações juntam pessoas de ambos os sexos.

“Estamos aqui para marchar e protestar contra o ódio e as divisões que Donald Trump apresenta como políticas. Estamos aqui para marchar contra o crescimento da xenofobia na Grã-Bretanha e contra a normalização do racismo, da misoginia e do sexismo”, diz uma manifestante em Londres.

Em Berlim, a manifestação juntou cerca de mil pessoas, junto à porta de Brandemburgo. Além dos locais, todas estas manifestações juntaram uma parte das comunidades norte-americanas a viver nestes países: “Tenho medo que muitos dos nossos direitos nos sejam retirados, tenho medo pela democracia do nosso país, mas ao mesmo tempo tenho esperança, por haver tanta gente a participar nestas manifestações”, diz Katie Berdett, norte-americana residente na capital alemã.

Em Paris, o cenário escolhido foi o Trocadéro, frente à Torre Eiffel. A manifestação juntou também vários milhares de pessoas.

Lisboa e Porto juntaram-se igualmente ao movimento. Na capital portuguesa, a manifestação aconteceu frente à embaixada dos Estados Unidos.

#naosejastrump#antitrump#antitrumpprotest#marchadasmulheres#antiassediopic.twitter.com/9gR79iR6Nq

— wiebke ♍️ 5 (@misswiebke) January 21, 2017

Nem Trump, nem Temer! #WomensMarch#WomensMarchLisbon#NãoSejasTrumppic.twitter.com/SMgSPBNUIL

— Mariana Luís (@MarianaVL) January 21, 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Trump: Centenas de detidos em protestos violentos em Washington

Marcha das Mulheres contra Trump mobiliza dentro e fora dos Estados Unidos

Donald Trump: "O poder ao povo" e "América Primeiro" no primeiro discurso presidencial