This content is not available in your region

Trump 'rasga' Acordo de Associação Transpacífico

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com reuters, afp, efe
euronews_icons_loading
Trump 'rasga' Acordo de Associação Transpacífico

Como prometido na campanha presidencial, Donald Trump já assinou uma ordem executiva para retirar os EUA do Acordo de Associação Transpacífico (TPP).

O acordo, negociado durante anos pela administração Obama, foi assinado, em 2015, por 12 países da Ásia e do Pacífico que representam 40% do comércio mundial.

A parceria, que pretendia reduzir taxas, levantar barreiras ao comércio, mas também defender a propriedade intelectual e o ambiente, ainda não tinha entrado em vigor.

O TPP era visto como uma forma de contrariar a influência crescente da China na região.

Antes de um frenesim de ordens executivas, o novo Presidente dos Estados Unidos iniciou a primeira semana na Casa Branca com um encontro com grandes empresários no qual prometeu baixar significativamente os impostos e reduzir drasticamente a regulamentação no país.

Na reunião com 12 dirigentes de grandes empresas, Trump considerou ser possível “reduzir a regulamentação em 75%” ou mesmo mais, garantindo simultaneamente que os Estados Unidos vão continuar a ter “uma regulamentação tão forte, tão boa e tão protetora do povo como a regulamentação atual” e acrescentando que o problema com a regulamentação atual é que “não é possível fazer nada”.

Trump prometeu também uma “baixa maciça” dos impostos para as empresas, que passarão a pagar “entre 15% e 25%” em vez da taxa de 35% que pagam atualmente.