Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Governo romeno recua e vai revogar decreto sobre despenalização da corrupção

Governo romeno recua e vai revogar decreto sobre despenalização da corrupção
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de toda a polémica o governo romeno recua e vai revogar o polémico decreto que despenalizava determinados crimes por corrupção.

O decreto, aprovado na última terça-feira e que deveria entrar em vigor na próxima sexta-feira:

“Não queremos dividir a Roménia. A Roménia não pode estar dividida em dois. Acredito que a Roménia, neste momento, com tudo o que está a acontecer por todos os lados, entre o eleitorado também, parece partida em dois, se não em mais pedaços. E isso é a última coisa que quero”, afirmou Sorin Grindeanu.

O decreto motivou os maiores protestos no país desde a queda do regime de Nicolae Ceausescu, em 1989.

Este sábado, os romenos voltaram a sair à rua mas para celebrar a vitória sobre o decreto que definia que um crime de abuso de poder, só podia ser punido com prisão, quando a soma envolvida ultrapassasse os 44.000 euros.

O Governo pretendia também, por outro decreto libertar cerca de 2.500 presos que cumprem penas inferiores a cinco anos.