Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Governo da Roménia cede à pressão das ruas

Governo da Roménia cede à pressão das ruas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Na Roménia, a população que protestava há vários dias contra um decreto-lei que despenalizava certas práticas de corrupção conseguiu uma vitória.

O governo anunciou que iria revogar o documento polémico, feito à medida para o líder do principal partido do executivo, o Partido Social-Democrata. O alegado envolvimento em casos de corrupção impediram Liviu Dragnea de assumir o posto de primeiro-ministro.

Os manifestantes prometem continuar os protestos. Pedem ainda a demissão do governo: “Estamos a meio caminho, perto de conseguir a vitória”, diz o escritor Florin Iaru.

Outra manifestante acrescenta: “Espero que retirem o decreto, mas espero, sobretudo, que se retirem do exercício do poder, porque deixámos de confiar nesta gente, Não acreditamos neste governo. Agiram de uma forma infame”.

As manifestações, que chegaram a juntar cerca de 300 mil pessoas em todo o país, foram as maiores desde a queda do regime de Ceausescu.

O PSD tinha sido afastado do poder em 2015, devido à corrupção, mas regressou, com a vitória nas eleições de dezembro.