Última hora

Última hora

Visita de Trump divide Reino Unido antes de debate no parlamento

Visita de Trump divide Reino Unido antes de debate no parlamento
Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento britânico vai debater, esta segunda-feira, a polémica visita de Donald Trump ao país, quando o governo de Theresa May rejeita retirar o convite, ainda sem data marcada.

Os deputados vão discutir uma petição com quase dois milhões de assinaturas que rejeita as honras de uma visita de estado para o novo presidente norte-americano, após as suas declarações sexistas e racistas.

O presidente do parlamento, John Bercow tinha saído da habitual reserva para rejeitar um possível discurso de Trump no parlamento.

Para a deputada trabalhista, Tulip Siddiq:

“Porque é que Donald Trump foi convidado para uma visita de Estado tão cedo, apenas algumas semanas após ser eleito? Porque é que lhe concedemos este
privilégio sem primeiro vermos qual será a sua ação como presidente”.

Uma posição apoiada por 205 deputados, todos da oposição, quando a maioria conservadora mostra-se mais prudente.

Para o deputado conservador Crispin Blunt:

“É claro que Trump tem que vir, ele é o líder eleito do nosso principal aliado, é com ele que temos que lidar. Tratá-lo de forma distinta quando recebemos outros líderes mundiais parece-me uma verdadeira hipocrisia”.

O debate, sem direito a voto, vai analisar a petição que considera que a visita coloca a rainha Isabel II numa situação desconfortável.

A discussão ocorre depois da monarca britânica ter participado noutras visitas de estado polémicas, da deslocação oficial do ex líder do Zaire, Mobutu, em 1970, à visita de Vladimir Putin em 2003 e mais recentemente do presidente chinês Xi Jiping.