Última hora

Última hora

Genro do rei de Espanha aguarda em liberdade na Suíça decisão do Supremo Tribunal

Em leitura:

Genro do rei de Espanha aguarda em liberdade na Suíça decisão do Supremo Tribunal

Genro do rei de Espanha aguarda em liberdade na Suíça decisão do Supremo Tribunal
Tamanho do texto Aa Aa

O genro do rei de Espanha, Iñaki Urdangarin, condenado a seis anos de prisão num caso de corrupção, pode aguardar em liberdade na Suíça, onde reside, a decisão do Supremo Tribunal espanhol.

Já o antigo sócio, Diego Torres, condenado a oito anos e meio de prisão, viu retirado o passaporte e não poderá sair de Espanha enquanto aguarda a decisão final da Justiça.

Urdangarin escapa assim ao encarceramento imediato sem mesmo pagar a fiança de 200.000 euros pedida pelo procurador anticorrupção de Palma de Maiorca, onde foi julgado, enquanto decorre o recurso interposto contra a condenação no Supremo Tribunal.

A infanta Cristina, esposa de Urdangarin e irmã do rei Felipe VI, tinha sido ilibada da acusação de fraude fiscal, apesar de ter pago uma multa de 265.000 euros por “responsabilidade civil solidária” com o marido.

Urdangarin foi condenado por prevaricação, desvio de fundos públicos, fraude fiscal e tráfico de influências, através da fundação Noos, que presidia. Um caso que levou ao afastamento do casal da família real e precipitou mesmo a transição entre o rei Juan Carlos e o filho e atual monarca.