EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Negociações de paz: Uma Síria que pertença a todos pedem os representantes curdos

Negociações de paz: Uma Síria que pertença a todos pedem os representantes curdos
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os lados opostos da guerra na Síria na mesma mesa de negociações em Genebra.

PUBLICIDADE

Os lados opostos da guerra na Síria na mesma mesa de negociações em Genebra. Uma Síria que pertença a todos é a esperança de um representante que defende os direitos dos curdos. Estes representantes curdos, como Hawas Khalil, pedem mais inclusão dizendo que, caso contrário, as negociações vão falhar: “vemos a Síria como um estado neutro que não está ligado a nenhuma classe ou categoria, não é um país árabe, nem um país curdo, ou assírio. A Síria deve ser um lar para todas as pessoas, deve ser neutra e não pertencer a uma religião específica. Deve haver uma separação entre religião e Estado.”

Os curdos dizem que o objetivo não é um Estado independente, mas têm procurado assegurar a autonomia das zonas no norte da Síria, onde os grupos já criaram regiões autónomas desde o início do conflito.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Relógios de luxo batem recordes na feira Watches and Wonders em Genebra

Grande Prémio de Relojoaria de Genebra: Nomeados para os melhores relógios 2023

ONU confirma a detenção de 11 funcionários no Iémen