EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Bielorrusos protestam contra imposto sobre desempregados e trabalhadores em tempo parcial

Bielorrusos protestam contra imposto sobre desempregados e trabalhadores em tempo parcial
Direitos de autor 
De  Luis Guita
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um imposto sobre os desempregados e aqueles que trabalham menos de 180 dias por ano está a revoltar os bielorrusos.

PUBLICIDADE

Um imposto sobre os desempregados e aqueles que trabalham menos de 180 dias por ano está a revoltar os bielorrusos.

Este domingo, os protestos da capital, Minsk, alastraram a outras cidades do país.

Anti-tax #protest in #Viciebsk, #Belarus: pic.twitter.com/YxfUYJSjmH

— Alex Kokcharov (@AlexKokcharov) February 26, 2017

As manifestações de protesto são um sinal raro de dissidência na autoritária ex-república soviética. Nenhuma prisão foi denunciada.

“É uma questão de honra para o governo revogar este decreto. Um governo forte deve revogá-lo, deve admitir os seus erros – um governo fraco nunca admitirá os seus erros,”
afirma Vadim Pavluchenko, um dos participantes no protesto.

Muitos bielorrussos estão descontentes com a chamada “lei anti-esponja” que obriga os cidadãos a pagar o equivalente a 250 dólares de imposto anual se trabalharem menos de metade do ano e não se registarem nas bolsas de emprego do país.

O imposto, que atinge 47 mil pessoas, devia ser pago até 20 de fevereiro mas apenas 10% dos contribuintes alvo efectuou o pagamento.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Presidente bielorrusso concede indulto a ex-namorada de dissidente

Eleições europeias: O que é que os eleitores querem e o que é que os candidatos prometem?

Eleições europeias: O que é que os eleitores querem e o que é que os candidatos prometem?