A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Continua processo de desminagem em Palmira

Continua processo de desminagem em Palmira
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Depois da reconquista de Palmira, por parte do exército sírio, continua o processo de desminagem. Os extremistas do grupo Estado Islâmico, antes da sua partida, deixaram, para trás, minas espalhadas pela cidade histórica e pelos seus arredores.

Já esta sexta-feira, um alto funcionário do ministério da Defesa russo, o tenente-general Sergei Rudskoi, afirmou que foram conselheiros militares russos que planearam e supervisionaram a retomada da cidade e que os aviões e as forças especiais da Rússia desempenharam um papel decisivo.

A mesma fonte adiantava, em conferência de imprensa, que mais de mil combatentes extremistas foram mortos ou feridos na operação de Palmira.

As forças militares leais a Bashar al-Assad, com o apoio dos seus aliados, recuperaram o controlo de Palmira, pela segunda vez em um ano. A localidade, que faz parte do Património da Humanidade da UNESCO, tinha caído, novamente, nas mãos dos Jihadistas.