EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Anunciados candidatos oficiais das eleições presidenciais

Anunciados candidatos oficiais das eleições presidenciais
Direitos de autor 
De  Antonio Oliveira E Silva com AFP E EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os quase 47 milhões de eleitores podem escolher entre 9 candidatos e duas candidatas.

PUBLICIDADE

Com AFP e EFE

Os quase 47 milhões de eleitores franceses poderão escolher entre nove candidatos e duas candidatas na primeira volta das presidenciais deste ano, que, depois das eleições nos Países Baixos, serão mais uma prova de fogo para a Europa.

O Conselho Constitucional francês deu a conhecer a lista dos que conseguiram o apoio de pelo menos 500 dos 42 mil cargos públicos eleitos em França, por todo o território nacional.

Há nomes, tendências e trajetórias para todos ou quase todos os gostos.

A candidata da extrema-direita, Marine Le Pen, da Frente Nacional, é a favorita, com 25% das intenções de voto. Conseguiu 627 assinaturas.

“Nous savons que des terroristes sont entrés en Europe parmi les #migrants.” #MetzMLPpic.twitter.com/gWGmV8e3CY

— Marine Le Pen (MLP_officiel) <a href="https://twitter.com/MLP_officiel/status/843117913217384449">18 mars 2017</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <br>"Emmanuel Macron":http://www.en-marche.fr/emmanuel-macron, *independente* e social liberal, é outro dos *favoritos* a passar à segunda volta. Conseguiu mais de *1800 assinaturas*, muitas das quais de membros do Partido Socialista. Foi ministro da *Economia* no Governo Hollande/Valls. <br> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="fr"><p lang="fr" dir="ltr">Améliorer l’efficacité de la réponse de l’État en cas d'attaque terroriste. <a href="https://twitter.com/hashtag/MacronD%C3%A9fense?src=hash">#MacronDéfense</a> <a href="https://t.co/MpUHOFzXbh">pic.twitter.com/MpUHOFzXbh</a></p>— Emmanuel Macron (EmmanuelMacron) 18 mars 2017

François Fillon conseguiu mais de 3600 assinaturas. O antigo primeiro-ministro dos Republicanos (Les Républicains, centro-direita) é terceiro nas intenções de voto.

Ma bataille, c’est celle des idées. Je me bats face à face, droit dans les yeux, programme contre programme. pic.twitter.com/LxaOrLRrmL

— François Fillon (@FrancoisFillon) 17 mars 2017

Perdeu terreno nas sondagens por cauda dos escandâlos de corrupção a que estaria ligado, apesar do apoio de boa parte do seu grupo político. O candidato do Partido Socialista, Benoît Hamon , conseguiu mais de 2 mil assinaturas e é quarto nas intenções de voto. Dificilmente passará à segunda volta.

.ADMDFRANCE</a> Tout comme il y a un droit à vivre dans la dignité, il doit y avoir un droit à mourir dans la dignité. <a href="https://twitter.com/hashtag/Admd2017?src=hash">#Admd2017</a> <a href="https://t.co/AfeDnXZWG8">pic.twitter.com/AfeDnXZWG8</a></p>— Benoît Hamon (benoithamon) 18 mars 2017

O mesmo deverá acontecer com o comunista Jean Luc Mélenchon, que goza do apoio do PCF e que conseguiu mais de 800 assinaturas.

Belle ambiance entre Bastille et Republique #18mars2017#JLM2017pic.twitter.com/lYpyhc1VhY

— Michel Soudais (@msoudais) 18 mars 2017

Mélenchon espera melhorar o resultado de há cinco anos, quando obteve 10% dos votos. As eleições presidenciais francesas terão lugar nos dias 23 de abril e 7 de maio. Nos dias 11 e 18 de junho, será tempo para as legislativas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Sarah Fergusson, duquesa de York, diagnosticada com cancro de pele

Herdeira da Coroa de Espanha jurou respeito pela Constituição

Líderes europeus felicitam rei Carlos III