EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Rússia chora vítimas do atentado de São Petersburgo

Rússia chora vítimas do atentado de São Petersburgo
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um dia depois do atentado, a Rússia chora os mortos. As testemunhas contam os momentos de pânico que viveram.

PUBLICIDADE

Um dia depois do atentado mortífero, a cidade de São Petersburgo acordou sob o signo do luto. As pessoas prestam homenagem às vítimas, com flores à entrada das estações onde se deu o ataque.

As testemunhas contam os momentos de pânico que presenciaram – É o caso de Eldar, que viajava no comboio onde rebentou a bomba: “Sentei-me num lugar livre e os meus amigos sentaram-se ao meu lado. Quando estávamos no túnel, vi um clarão à minha esquerda. Caiu algo em mim, pareceu-me ser uma lâmpada ainda acesa. Disse aos meus amigos que se deitassem e cobrissem a cabeça. Tivemos muito medo, mas o maior receio era que houvesse uma segunda explosão. Aí, as pessoas entraram em pânico”.

Apesar das ameaças de grupos como o Daesh, em represália pela ação militar russa na Síria, o país não sofria um atentado há vários anos. O sentimento de luto e revolta estendeu-se a todo o país. Em Moscovo, foi celebrada uma missa em memória das vítimas.

Today subway station where explosion happened looks like this pic.twitter.com/tH3hEol4Mz

— English Russia (@EnglishRussia1) April 4, 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Quirguistão: Terreno fértil de recrutamento de combatentes do Daesh

São Petersburgo: Hospitais receberam feridos durante a noite

Suspeito do atentado de S. Petersburgo é um russo nascido no Quirguistão