Última hora

PKK reivindica atentado contra instalações da polícia turca

PKK reivindica atentado contra instalações da polícia turca
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Partido dos Trabalhadores do Curdistão assumiu a responsabilidade pelo ataque a um quartel da políciam ontem, e que causou três mortos e 12 feridos .

A explosão que inicialmente se acreditou ter sido acidental, ocorreu numa oficina de veículos blindados adjacente às instalações da esquadra de polícia na cidade de Diyarbakir, no sudeste da Turquia.
A reivindicação foi feita a partir de Firat, um lugar perto da zona frequentada pela guerrilha curda. O ministro do Interior turco confirmou:

“Inicialmente pensamos que alguém tinha colocado explosivos no interior com o apoio de um cúmplice, mas afinal a operação foi realizada através de um túnel escavado do lado de fora”.

Segundo a guerrilha, 2.400 quilos de explosivos foram usados no ataque assumido como uma acção de retaliação às operações de repressivas dos militares turcos sobre a população curda.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.