EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Costa Concordia: Francesco Schettino volta ao tribunal

Costa Concordia: Francesco Schettino volta ao tribunal
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Supremo Tribunal italiano começou, esta quinta-feira, a rever a sentença de 16 anos de prisão do comandante do cruzeiro Costa Concordia que naufragou em janeiro de 2012, ao largo de Itália, provocan

PUBLICIDADE

O Supremo Tribunal italiano começou, esta quinta-feira, a rever a sentença de 16 anos de prisão do comandante do cruzeiro Costa Concordia que naufragou em janeiro de 2012, ao largo de Itália, provocando a morte de 32 pessoas.

Una imagen de la tragedia del Costa Concorde pic.twitter.com/vp9co82V

— lafabricaweb (@lafabricaweb1) January 19, 2012

Espera-se que os juízes profiram a sentença definitiva no final do mês de maio.

Francesco Schettino recorreu da sentença de 16 anos de cárcere alegando que a sua manobra evitou uma tragédia maior.

O antigo comandante foi condenado, em fevereiro de 2015, por homicídio, abandono do navio e naufrágio pelos juízes do tribunal de Grosseto, na Toscana.

Um tribunal de Florença confirmou, em segunda instância, a sentença de Schettino, em 2016.

O Supremo Tribunal italiano analisa agora os recursos do ministério público, que pediu 27 anos de prisão, e dos advogados do antigo comandante, que pediram a absolvição.

Francesco Schettino encontra-se em liberdade, esperando a confirmação da sentença de cárcere ou a absolvição. Entretanto, o antigo comandante do Costa Concordia tornou-se um autor bestseller com Le veritià sommerse (As verdades submersas, em português), onde narra a sua versão da história.

Venerdì 27/11Conferenza stampa a Roma del #libro “Le verità sommerse“di Vittoriana Abate e Francesco Schettino Ore11 pic.twitter.com/lp9gdoI7Cu

— Graus Editore (@GrausEditore) November 25, 2015

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Itália: tribunal confirma pena de comandante do Costa Concordia

Secas, desertificação, ondas de calor: a crise climática atinge duramente a Sicília

Liga de Salvini abandona grupo de Meloni no Parlamento Europeu. Há riscos para o governo italiano?