EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Venezuela: Oposição boicota reunião com Governo de Nicolas Maduro

Venezuela: Oposição boicota reunião com Governo de Nicolas Maduro
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A oposição venezuelana, reunida na Mesa da Unidade Democrática, boicotou esta segunda-feira, uma reunião para discutir o plano do presidente Nicolas Maduro para convocar uma Assembleia Nacional…

PUBLICIDADE

A oposição venezuelana, reunida na Mesa da Unidade Democrática, boicotou esta segunda-feira, uma reunião para discutir o plano do presidente Nicolas Maduro para convocar uma Assembleia Nacional Constituinte.

#Venezuela Protesters protect themselves behind a shield in clashes with police during a march against Maduro in #Caracas
By jbarreto1974</a> <a href="https://t.co/qWbhgjZJbY">pic.twitter.com/qWbhgjZJbY</a></p>&mdash; Photojournalism (photojournalink) May 8, 2017

Descontentes, milhares de opositores preferiram protestar nas ruas de Caracas. A manifestação degenerou em confrontos com a polícia e a Guarda Nacional, que recorreram a gás lacrimogéneo para dispersar a multidão.

Venezuelan opposition activist wears a homemade gas mask during clashes in Caracas https://t.co/veUCnmzMJQpic.twitter.com/XO0HBac95E

— AFP news agency (@AFP) May 9, 2017

A encabeçar o protesto, o líder da oposição, Henrique Capriles que apelou aos venezuelanos para que se unam na luta para defender o país de Nicolas Maduro.

“Convido-os a juntarem-se a nós na formação de uma frente para defender a Constituição. Todos os que votaram no Chávez e que hoje estão descontentes, que não acreditam neste Governo e que concordam connosco – que este país precisa de mudanças. Convido-os a juntarem-se à frente, em defesa da Constituição”, disse.

As manifestações contra e a favor do regime de Nicolas Maduro intensificaram-se desde o início de abril.

#8Mayo 3:20 PM Strong repression in Brion's square in #Chacaito#Caracas#Venezuela#VzlaDiceNOALaDictadurapic.twitter.com/cSUrRW6ey4

— Ober Ramirez (@oberramirez) May 8, 2017

A oposição exige a libertação dos presos políticos e a convocação de eleições gerais.

Os confrontos entre as duas fações fizeram, pelo menos, 37 mortos e mais de 700 feridos.

Mais de 1800 pessoas foram detidas.

Caracas, today. pic.twitter.com/T1ujyzvT84

— Fuat Hudaverdi (@fuadhud) May 8, 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

María Corina Machado, líder da oposição venezuelana e principal rival de Nicolás Maduro, sofreu tentativa de assassinato

Guiana: Presidente venezuelano assume controlo da exploração de crude e gás da região de Essequibo

Mega-operação para retomar controlo de prisão